terça-feira, 6 de maio de 2014

Uma noite de muito forró

Primeira eliminatória do Forró Fest seleciona três composições para disputar a final em Campina Grande. 


Fotos: Rizemberg Felipe
Além dos 12 candidatos que concorreram nesta noite, três bandas alegraram a multidão
Na primeira eliminatória da 26ª edição do Forró Fest, três músicas foram escolhidas para participar da grande final, que será realizada no dia 7 de junho em Campina Grande. O pontapé inicial do evento ocorreu no último sábado, na cidade de Cabedelo, e as músicas escolhidas pelos jurados foram: ‘No céu também tem forró’, composta por Jairo Madruga e Fábio Smith; ‘Mei de festa’, interpretada por André Torres, de autoria de Ismênia Thereza Santos Leal; e ‘A invenção do baião’, de Aldo Marques.
Além dos 12 candidatos que concorreram nesta noite, três bandas alegraram a multidão que se aglomerou na Praia de Miramar. O primeiro a tocar foi Geraldinho Lins, depois a cantora Eliane e ao final, a banda Saia Rodada. O evento é realizado pelas TVs Paraíba e Cabo Branco, emissoras da Rede Paraíba de Comunicação, e entre as parcerias está a prefeitura de Cabedelo. Antes da apresentação, os candidatos estavam ansiosos.
Ismênia Thereza, única mulher a participar desta etapa, afirmou que um de seus objetivos seria representar a classe feminina na final em Campina Grande. “É uma alegria imensa ter sido escolhida. E a sensação é surreal”, declarou, emocionada, logo após saber que tinha sido uma das três músicas escolhidas.
Minutos antes de subir ao palco, o intérprete da música 'Mei de Festa', André Torres, não escondeu a ansiedade. “Que Deus nos ilumine e que tudo dê tudo certo”, frisou.
Jairo Madruga, que interpretou e é coautor de ‘No céu também tem forró’, destacou que a história que está na canção é verdadeira. A música conta que grandes artistas nordestinos, como Luíz Gonzaga e Dominguinhos, se encontraram no céu e fizeram uma grande festa. “Eu pus a melodia e Fábio é autor da letra. E é maravilhoso estar entre os três escolhidos da noite”, contou.
O artista plástico e autor da letra de 'No céu também tem forró', Fábio Smith, contou que está otimista com relação à final do Forró Fest em Campina Grande. “Tive vontade de homenagear estes artistas, por isso escrevi a canção. Agora a expectativa é a melhor possível para a finalíssima”.
Já Aldo Marques, que trouxe um ritmo animado para o palco, mostrando ‘A invenção do baião’, não escondeu a alegria de estar entre os selecionados na cidade de Cabedelo. Segundo ele, foram noites sem dormir e muita expectativa aguardando a apresentação. “Agora a sensação é de alívio. Ano passado também fui para a final e estou otimista”, revelou.
A primeira etapa do evento reuniu um grande público de todos os perfis. A estudante Vitorio Kely Fernandes, 17 anos, esteve no festival pela primeira vez. “Estou achando tudo ótimo. A organização e segurança estão de parabéns”, elogiou.
O maître Luciano Moura, que estava acompanhado da esposa, é veterano em participar do evento . “O Forró Fest inicia o nosso São João e também é fundamental para nossa cidade”, declarou.
O prefeito do município de Cabedelo, Leto Viana, prestigiou a festa e falou sobre a sua importância para a cidade. “O Forró Fest é um grande evento que ajuda a encontrar novos talentos.
Além disso, exalta a cultura nordestina e para Cabedelo é muito importante, porque ajuda no crescimento cultural, turístico e econômico do local. Esta é uma grande parceria público/privada onde quem ganha é a cultura”, afirmou.
Para o superintendente da Rede Paraíba de Comunicação, Guilherme Lima, as expectativas sobre a 26ª edição do Forró Fest são bem positivas. “Tudo está pronto, bem planejado para as cinco etapas de evento. A cada fim de semana teremos grandes atrações e as expectativas são as melhores”.
O prêmio para o melhor intérprete é de R$ 3 mil. Já os três primeiros colocados na etapa final ganharão uma moto. Depois de Cabedelo, o festival, considerado o maior da música regional do país, passará pelas cidades de Sousa, no Alto Sertão; Conde, Litoral Sul de João Pessoa e Itabaiana, no Agreste. A grande final será em Campina Grande, dia 7 de junho.
Um dos jurados da etapa de Cabedelo, o cantor Badu, explicou que selecionar os candidatos que se apresentam no Forró Fest é uma missão difícil e que na hora da escolha é levado em consideração um conjunto de fatores. “A música traz sua mensagem tanto na letra como melodia. Então tem que haver o casamento harmônico desses dois elementos. Cumprida esta tarefa tem o arranjo, que é a embalagem da música. Tudo é avaliado nesta seleção”, contou.

 Jornal da Paraiba

Nenhum comentário: